invest1

O MAIOR INVESTIMENTO AUTÁRQUICO DE SEMPRE EM DARQUE

Na passada segunda-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Darque, o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Engº. José Maria, anunciou um conjunto de obras e de projectos a desenvolver em Darque, que dão resposta às diversas reivindicações que a Junta de Freguesia tem apresentado ao longo dos últimos anos.

Este grande investimento, que atingirá o montante de oito milhões de euros, é para concretizar até 2020, sendo grande parte resultante da aplicação do PEDU-Plano Estratégico de Reabilitação Urbana que, no nosso caso, se aplica, em larga medida, através da ARU- Área de Reabilitação Urbana de Darque.

Parte das obras anunciadas já estão em curso, da qual resulta um investimento que ronda cinco milhões de euros. Outras, já recentemente, foram concretizadas, como sejam: A ZAED-Zona de Actividades Económicas de Darque; a requalificação da Praia do Cabedelo; o Centro de Alto Rendimento de Surf; o Centro de Canoagem; as obras na Escola Dr. Carteado Mena.

Nas intervenções que estão em andamento destacam-se: a requalificação da cantina da Escola Básica e Jardim de Infância da Sra da Oliveira, no valor de 420 mil euros; a requalificação do Centro Histórico de Darque, no valor de 950 mil euros; a empreitada de remodelação da envolvente do cemitério de Darque, no valor de 860 mil euros; a requalificação do espaço público do lugar da Areia, na envolvente da Escola e Jardim de Infância Zaida Garcez, no valor de 445 mil euros.

A estas obras junta-se: a ligação viária da rotunda do AKY à rotunda do IC1/A28, qua acaba de ser adjudicada (680 mil euros) e cujo início está previsto para o mês de setembro; a reabilitação do Bairro Social do IHRU (Fomento), no valor de 1,100 milhão euros, com início previsto para o final do corrente ano; o alargamento da Rua da Seca, que se iniciará antes do final do Verão; a recuperação e ampliação do edifício sede da SIRD – Sociedade de Instrução e Recreio Darquenses, com início previsto para o final do próximo mês de novembro.

O Presidente da Câmara anunciou, também, que estão em fase final de elaboração os seguintes projectos: Corredor Verde que ligará a frente urbana iniciada na SIRD, até à rotunda da ZAED; a ampliação do cemitério e a construção da Casa Mortuária; a construção de uma ciclovia  com a extensão de 2,6 quilómetros, entre a Rua de Nossa Senhora das Areias, o Porto de Mar e a marginal fluvial do Cabedelo até ao Sapal de S. Lourenço.

Para a acumulação e simultaneidade na realização de grandes obras neste ano 2017, que poderá ser rebuscada e confundida no facto de ser ano eleitoral, o Presidente da Câmara explicou que se ficou a dever ao grande atraso com que o Quadro Comunitário de apoio se apresentou nos últimos anos e que, apenas no dia 16 de setembro de 2016, sob influência do actual governo, é que foi possível aprovar os projectos que a autarquia submeteu a candidatura. Pelo que só a partir dessa data é que foi exequível reunir as condições financeiras necessárias para lançar a concurso as diversas empreitadas.

Daí que se apela a todos e a todas as darquenses a quem a realização das obras está a perturbar o seu dia-a-dia, a melhor compreensão e colaboração.

Nesta exposição, foi reconhecido que nunca se fez uma intervenção desta envergadura em Darque. E que esta oportunidade permite reabilitar e requalificar Darque, possibilitando o alargamento da metropolização da Vila, de maneira a travar a desagregação da comunidade e a perda de habitantes, bem como, e isso, também, é importante, faz despertar e reforçar o orgulho dos darquenses na sua terra e nas suas gentes.

conf_imp1

invest1