darque_cemiterio3

O PARQUE DO CEMITÉRIO DE DARQUE NO DIA DE TODOS OS SANTOS

 

Por devoção em Darque todas as manhãs dos dias 01 de novembro começam cedo.

O cemitério já está praticamente limpo, asseado e aparelhado onde sobressaem as orquídeas, gipsófilas, fetos reais e crisântemos em ramos ou em flores dispersas pelas campas. É um tempo onde se homenageiam todos os membros das famílias que já morreram.

Em silêncio cumpre-se o ritual – terminar de limpar as campas de mármore, acender as velas vermelhas, colocar as plantas na jarra e rezar.

Hoje, já não há grupos de crianças percorrendo a Vila para pedirem o “pão por Deus”. O Halloween fez cair em desuso este ancestral costume, iniciado no dia 01 de novembro de 1755, quando um grande terramoto sacudiu Lisboa e destruiu grande parte da nossa capital.

Mas neste dia imensos darquenses rumam ao seu cemitério para celebrarem a vida e a morte.

E foram imensos os que seguiram a tradição. O parque de estacionamento ficou repleto de carros onde todos tiveram lugar sem atropelos nem preocupações.

Foi um dia onde a requalificação de Darque se mostrou a todos que celebraram a vida homenageando a morte.

darque_cemiterio2

darque_cemiterio1

258 321 150
jf-darque@mail.telepac.pt
 
NOTÍCIAS RECENTES

facebook