FOTOS3_SSebastiao

SALVADOR VIEIRA RESTAURA O S. SEBASTIÃO DE MARTINHO DE BRITO.

SALVADOR VIEIRA RESTAURA O S. SEBASTIÃO DE MARTINHO DE BRITO

O escultor Salvador Vieira concluiu no dia 10 de Dezembro, a restauração da peça São Sebastião da autoria de Martinho Félix de Brito.

A peça recuperada foi doada ao Município de Viana do Castelo, pelo autor. Trata-se de uma escultura em gesso representativa de São Sebastião, com a altura de 2,20 metro.

Da biografia e da obra deste autor apenas se sabe que está a ser estudada. Martinho de Brito nasceu na vizinha freguesia de Vila Fria e terá falecido na cidade de Oeiras. Foi autor de várias obras escultóricas que se encontram espalhadas pelo país, sendo que a maioria se localiza na área metropolitana de Lisboa.

Este São Sebastião esteve, durante largos anos, exposto no átrio do edifício que, no Passeio das Mordomas da Romaria, em Viana, serviu a Biblioteca Municipal. Posteriormente, foi levado para as oficinas da Viana Festas.

Recentemente, a propósito da preparação de uma exposição dedicada a São Sebastião, que está a cargo da Ordem da Frecha, para ser realizada na Casa das Artes, colocou-se a hipótese de usar esta escultura como um elemento a expor.

Porém, a escultura apresentava danos graves visíveis, pelo que a Junta de Freguesia, em colaboração com a Câmara Municipal, solicitou a intervenção técnica do escultor Salvador Vieira para proceder à avaliação da peça e dos danos que apresentava.

Perante o valor da escultura e dos estragos que revelava, o mestre aconselhou que se procedesse ao seu restauro. Daí até ao dia em que o São Sebastião foi transportado para a oficina da Casa das Artes, viveu-se mais um ato de generosidade quando o escultor Salvador Vieira se disponibilizou para, gratuitamente, fazer o restauro do São Sebastião.

Os trabalhos de recuperação que passam pela implantação do pé e da perna esquerda, reparação da mão esquerda – que apresentava falta de dois dedos – e construção integral da base, decorreram na oficina da Casa das Artes, com a cooperação da Câmara Municipal, da Junta de Freguesia e da Comissão de Festas de Darque.

São Sebastião é, talvez, desde o Séc. XVI (Darque Menor), o padroeiro da Paróquia de S. Sebastião de Darque apresentando-se bem simbolizado nos dois painéis do séc. XVII da capela-mor da igreja paroquial.

Em 1954 a escultura da Nossa Senhora das Areias (Séc. XI/XII) foi confiada, pelo Prior de Darque, a título de depósito permanente, ao Museu Pio XII de Braga.

Assim, depois de perdida (…) esta valiosa peça, que melhor homenagem poderíamos prestar à criação artística, à generosidade e ao fervor religioso, que a de resgatarmos este São Sebastião dando-lhe uma figura em bronze e um local digno em Darque onde possa ser apreciado como obra de autor?